24 de jul de 2017

ORÁCULO


Que se quase começassem os dias a cumprir suas missões
onde estariam suas medidas e onde começariam as saídas

Assim quando se como deixassem aos outros perdidos alguma breve esperança
daquela desproporcionada hora que se prolongada ou tardia
haveria de despetalar-se ao chocar-se em nossas fúrias

Que se enquanto demorassem as horas a despedida protelada
onde seriam guardadas essas vagas memórias de posse

Pois quero que se me caiam seus olhos absurdos
que se me lambam seus dedos úmidos
que se me prendam seus dentes macios
que se me movam seus dedos trêmulos
que se me levem seus braços abstratos.


Tárcio Oliveira/ Tuparetama-PE
24/07/2017

Nenhum comentário:

Postar um comentário